A teledramaturgia confirma minha teoria e medos mais terríveis

Sim, queridos leitores. Eu estava certa na minha previsão novelistica e a vilã da péssima novela das 21:00 irá ficar ~paralitica~. E como não poderia deixar passar, vou compilar aqui a noticia veiculada pelo site da Patricia Kogut e fazer meus amáveis comentários sobre a supreendente trama:

Leila (Fernanda Machado) vai passar por maus bocados nos próximos capítulos de “Amor à vida”. Depois de ter uma visão de Nicole (Marina Ruy Barbosa), a vilã cairá da escada e ficará em estado de choque. No hospital, receberá a notícia de que pode ficar paralítica e, mesmo depois de passar por uma cirurgia, seguirá sem sentir as pernas.

(Estado de choque, Rede Globo? Ela caiu de uma escada. O mínimo que ela tem que se preocupar é com choque. E se ela lesionou a medula, não importa se ela irá fazer três ou vinte cirurgias, é tchau tchau.

No San Magno, Judith (Ana Carbatti) entrará no quarto de Leila para fazer testes.

– Começa logo os testes, doutora. Está esperando o quê? – perguntará Leila, sem saber que os exames já foram feitos.
(Santa morfina, Batman!)

A médica informará que não há sensibilidade nas pernas e nos pés e deixará a moça desesperada. Ela pedirá para saber o que realmente está acontecendo.

(…Moça, tu tá aleijada)

Paloma (Paolla Oliveira), que fará questão de acompanhar os testes, dirá à prima que ela pode ter uma lesão na medula. (Ah vá). Revoltada, a vilã tratará mal a pediatra e também será grosseira com Daniel (Rodrigo Andrade) e Amadeu (Genézio de Barros).

– Eu já sei o que vocês querem me dizer. Eu vou ficar paralítica!  É isso mesmo, paralítica? – gritará Leila.

(Não, não, imagina. Vai virar o Robocop)

– Ainda não sabemos ao certo. A protusão ocorrida com a queda provocou uma lesão medular traumática. Nós vamos tentar uma operação. (Até aqui, ok, eles podem tentar descomprimir a coluna dela). Dependendo do resultado, você pode voltar a sentir, aos poucos, as suas pernas novamente. Isso pode levar bastante tempo, mas é possível que volte a andar – explicará Lutero (Ary Fontoura). (Ponto pra corporação burguesa, por utilizar as palavras “tempo” e “possível” para tratar deficiencia. Será que é o começo do fim dos milagres?). Ao receber a notícia, Leila colocará toda a culpa em Thales (Ricardo Tozzi).

– Você passava o tempo todo dizendo que via o espírito da Nicole vestido de noiva. Eu achava que você estava pirando, mas você insistia, insistia, e a coisa foi entrando na minha cabeça. De repente, eu vi um vestido de noiva, levei um susto e rolei a escada. Eu jamais ia me assustar se você não ficasse repetindo que o espírito da Nicole estava vagando pela casa – dirá ela, ordenando que a equipe médica marque logo a data da cirurgia.

(A culpa é minha e eu coloco ela em quem eu quiser)

Depois da operação, Judith contará as novidades a Thales. A médica explicará que Leila terá boas possibilidades (hmmmmmmmmmm) de voltar a andar, pois a medula não foi seccionada. Porém, deixará claro que o processo será longo e que a vilã pode ficar com sequelas. Arrasado, Thales se aproximará  da namorada, que ainda estará dormindo, e fará carinho nela:

– Você vai ficar boa, Leila. Eu sei que vai. Mas às vezes eu me pergunto: será que o que aconteceu não foi um castigo pelos nossos erros? Por tudo o que a gente fez com a Nicole?

(PAREM AGORA AS MAQUINAS! Volta ali, leitor. Isso mesmo. OLHA A FALA DO MENINO: “será que o que aconteceu [ficar aleijadanão foi um castigo pelos nossos erros“. CASTIGO. C-A-S-T-I-G-O! Mas eu choro lágrimas de sangue ao ter que ler um negócio desses, minha gente!)

Quando a vilã acordar, Judith apárecerá para fazer novos testes. Leila novamente não sentirá as pernas. A médica dirá que os primeiros resultados não são definitivos, mas não conseguirá acalmar a paciente. (Dopa a vaca minha gente). Thales voltará a dizer que tudo foi um castigo  (Tinha que abrir a boca pra falar merda de novo né amigão, porque tem que reforçar a besteira já dita) e deixará a moça ainda mais impaciente.”

Isso mesmo, minha boa gente. Isso reforça tudo que já disse no último texto, sobre a novela. A mentalidade do autor, da emissora, e o que é pior, da população que assiste a novela, é que deficiencia é sim castigo.

E pra vocês que acham que estou surtando, fazendo tempestade em copo d’água, dá uma olhada nos comentários da noticia:

Imagem

Imagem

É isso ai, pessoal.  A teoria é de de que toda desgraça pra aleijado é pouco, se confirma mais uma vez.

Anúncios

7 opiniões sobre “A teledramaturgia confirma minha teoria e medos mais terríveis”

    1. Apesar de eu ter HORROR à essa palavra, “paraplegia” existe. E a unica paraplegia que é reversível é a das novelas. Na vida real, o que pode se ter é uma recuperação de movimentos e/ou sensibilidade, mas uma recuperação total ou significativa do que foi lesionado, não.

  1. Gente, ficar deficiente não é bênção, é castigo pois faz sofrer, é isso que o autor quer mostrar na trama.Nunca vi alguém ficar feliz por descobrir que não poderá mais andar.

    1. Querida Miriam.
      É lógico que não é uma benção. Falar isso seria tão imbecil quanto fazer uma campanha para que as pessoas saiam por ai quebrando suas colunas e fiquem em cadeiras de rodas. Mas DEFINITIVAMENTE não acho que seja castigo. Castigo é ter uma vida infeliz, uma vida sem amor, sem amigos, amarga. A infelicidade é não saber lidar com o que a vida te dá, sofre-se porque não se aceita, não adaptar-se, não mostrar todo o seu potencial com o que a vida te dá.
      Nunca vi alguém ficar feliz por descobrir que não poderá mais andar. Mas vejo tanta gente que anda e justamente “não anda” por limitações próprias.
      Andar ou não andar, nessa vida, é um mero detalhe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s