A conta do ano.

2012 não foi um grande ano.

Comecei a faculdade sem ter um real no bolso, emprego ou qualquer coisa do tipo. Passei nervoso, fiquei com medo de não conseguir pagar o semestre e me matricular no outro, como se a qualquer momento fossem me tirar da sala e eu nunca mais voltasse.  Vi grandes amigos virarem estranhos. Senti saudade. Chorei por saudade, por incapacidade e frustração. Perdi as contas dos sustos. Fiquei com medo da morte, a minha e a dos outros. Semanas antes do Natal descobri o quanto o fogo pode acabar com o pouco fim de ano que ainda restava.

Foram três internações. O medo de não saber como as coisas iriam acontecer, mais uma cirurgia, agulhas, mil exames, fura aqui, punciona ali. Um buraco extra na bunda não é fácil pra ninguém. E depois, o medo de algum possível problema na bexiga, e um inchaço nos rins que me fez repensar o que estou fazendo com meu próprio corpo.  Nunca vou ter mais de um milhão de amigos, mas posso falar que já tive uma infecção urinária com uma proliferação de mais de um milhão de leucócitos.

Mas de algum modo, 2012 foi bom.

Literalmente na cara e na coragem, comecei a faculdade, e foi a melhor decisão da minha vida. Consegui o melhor emprego que poderia conseguir, mesmo com todos os problemas, os prós ainda são maiores que os contras. Com os amigos que ficaram perto, estreitei laços. E com os que ficaram longe, uma simples conversa ou uma tarde de sol mostraram que o tempo e a distância são relativos quando a pessoa sempre está com você. Ri com as lembranças do que e de quem já se foi. Agradeci de coração por deixarem minha Madrinha aqui. Chorei várias vezes por felicidade.

Foram três chances de conhecer uma ótima equipe médica, e tornar o hospital um local mais alegre com meu humor, desde as copeiras que me alimentavam, até os cirurgiões em plena sala de operação. E vocês me ensinaram um buraco extra na bunda pode render ótimos momentos de humor. Percebi que preciso me mexer, minha qualidade de vida depende disso.

Assisti o primeiro primo que vi nascer completar quinze anos, e o nascimento da Isabela, da Olivia e do Cauã. Fiquei orgulhosa da Duda, no auge dos seus quatro anos, gostar de vídeo game e Star Wars.

Aprontei muito. Quase fugi do hospital pra assistir o clássico São Paulo x Corinthians.  Fiz ótimos amigos, matei aula com eles, tomei porre com eles. Nossa, e como dancei. Dancei em bares, no metro, no corredor vazio das salas de estudo do Damásio às 7 da manhã. Arrastei e fui arrastada por amigos por ai.

Pra encerrar, tem um poema da Roseana Murray que sempre lembro nas dificuldades, ressaltando que acima de tudo o importante é viver:

Agradecimento:
Porque a vida é uma festa trágica, alegre ou triste;
Porque a vida é um presente, não importa o recheio;
Porque o tempo é caudaloso e apaga o próprio tempo;
Porque há sempre alguém que se ama;
Porque o universo é imenso e somos apenas uma leve pegada;
Porque somos feitos de sangue, ossos, lágrimas e poesia;
Porque cada dia é absurdamente único;
Porque em tudo que tocamos, pele, objeto, coração, deixamos nossa tatuagem;
Há que agradecer!

Um feliz Natal e um ótimo 2013 para todos que estiveram ao meu lado nesse ano, amigos da faculdade, família, lontras, agregados da Federal (porque de federandos mesmo a gente pode contar nos dedos), funcionários do metro, todos que me fizeram rir, me deram companhia, ou fizeram uma vaquinha pra salvar o meu popô. Vocês fizeram esse ano valer a pena.

Que venha 2013!

Anúncios

Uma opinião sobre “A conta do ano.”

  1. 2013 está chegando e com ele muitos dias longe do hospital! Muitos dias com amigos, livros, estudos, professores, preocupações, notas, provas e mais provas, mas são os momentos difíceis que nos mostram até onde podemos e não podemos ir, e são eles também que deixam os bons momentos realmente bons, porque se todo dia fosse lindo e maravilhoso virava rotina e começariam a ficar sem graça…..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s