Cadeirantes no ônibus no Japão.

A Thais (minha amiga, ok?) me mandou um email sobre uma noticia que ela leu no blog Muito Japão, de como funciona e o tratamento que os cadeirantes recebem em ônibus no Japão. Como vocês poderão observar após ler a noticia, igualzinho ao que nós rodantes de terras tupiniquins recebemos, não é? (fui extremamente irônica, deixando bem claro…)

CADEIRAS DE RODAS NO ÔNIBUS

via MUITO JAPÃO de Caruso em 18/04/11

Não foi a primeira vez que eu vi esta cena, mas todas as vezes que eu vejo, eu me admiro muito. Hoje, resolvi escrever e tentar passar para vocês um pouco de como é que um passageiro de cadeiras de rodas anda no ônibus aqui no Japão!

Estou eu sentado ao fundo do ônibus, sem a menor preocupação e a tensão que normalmente se tem quando se senta no fundo do ônibus no Brasil. De repente, o ônibus para no ponto e, da janela, vejo que são dois passageiros, um de cadeira de rodas e outro acompanhando.
O ônibus para. O motorista desliga o motor. Na mesma hora, ele sai do seu assento e anda por dentro do ônibus. Em seguida, cheio de dedos, o motorista pede para que dois passageiros mudem de lugar pois ali era o espaço onde entraria a cadeira de rodas. Bom, quem senta ali já deve saber porque tem um adesivo avisando que se trata de assento preferencial. Mas mesmo assim o motorista pede com muita educação. Os passageiros mudam de lugar, sem reclamarem nem nada. Na mesmo hora o motorista dobra o assento que se encaixa direitinho na parede e lá estava um espaço enorme para acomodar a cadeira de rodas.
O problema agora é como a cadeira vai subir no ônibus!
Agora que são elas! Antes de deixar o assento, o motorista, já havia deixado a porta de trás aberta para a entrada dos dois passageiros. Normalmente, entra-se pela frente aqui em Tóquio. O motorista primeiro sai do ônibus, se abaixa diante do degrau e como num passe de mágica, faz surgir uma rampa que liga a calçada ao ônibus!!
A cadeira de rodas entra sem menor problema! E os dois se colocam no espaço apropriado. O motorista recolhe a rampa, guarda no compartimento especial, fecha e depressa, volta para o assento, liga o motor e o ônibus segue em frente! Todos os passageiros assistem à cena – inclusive eu – com muito respeito e sem ninguém estalar a língua ou fazer cara feia.
Eu fico impressionado, não sei se com a paciência do motorista, com a dedicação a este trabalho e ainda ter que levantar e arrumar tudo ou se com o respeito dos passageiro que em nenhum momento reclamam.
Detalhe! O ritual de parar o ônibus, desligar o motor, andar por dentro do ônibus, sair pela porta de trás, abrir a chavinha, tirar a rampa do compartimento, colocá-la de forma correta ligando a calçada ao ônibus, passar a cadeira de rodas, recolher a rampa, guardá-la no compartimento, fehcar a chavinha e voltar para o assento e assumir de novo a direção… tuuuudo isso, se repete na hora em que o passageiro de cadeira de rodas, chega no ponto em que ele quer descer!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s